quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Deficiência Social

Certamente se você tem perfil em sites de relacionamento na NET já conheceu muita gente, passou por todos os processo de "construção de um relacionamento virtual": "Add ae", "como vc é?", "oq vc faz da vida?", "tem namorado?". Depois de add teve várias conversa no msn, skype, face... 

Mas um dia resolveu procurar algo mais concreto, saiu e encontrou o "dito cujo". Mas ele não te deu bola e fez cara de deficiente intelectual e fingiu nunca tê-lo visto antes.

Chegou a te lançar um olhar, mas quando percebeu que você estáva olhando abaixou a cabeça como se fosse um criminoso.

O que se deve fazer nessa hora??

- Beber um horrores e dar bafo na pista para chamar a atenção?
- Dizer: "Ahh! Eu nem queria mesmo!" E pegar o primeiro que aparecer e beijar de olho aberto pra ver se tem alguém vendo.
- Chegar em casa, abrir todos os aplicativos de conversas e ter o trabalho de excluir a pessoa que você teve tanto trabalho pra add em todos os aplicativos.

Nenhuma das respostas fará com que você resolva o problema ou conheça a pessoa com a qual você teve um papo legal e esperava que ela fosse legal também.

A questão é relativa, tem gente que é tímido, não sabe chegar, sente um pouco de medo e vergonha, tem gente que se acha, gosta que venham a procura, mas em nenhuma das atitudes acima você vai descobrir qual é a do cara.

Como resolver isso??

Ir ao encontro do maldito e bendito cara, dizer que é amigo dele no face, msn, skype, etc. Dizer que gostou de conhecê-lo pela NET, se for o caso dizer que ele é mais bonito pessoalmente, sei lá. FAÇA ALGUMA COISA. 

Não espere que as resposta e as atitudes venham sempre do outro, senão você vai ficar a ver navios, sem ninguém, sem nada, sem resposta, sem beijo na boca, sem sexo, sem namorado, sem casamento, sem filme a dois no cinema.

Já deu pra entender que quem pode sair perdendo é você, o máximo que pode acontecer é você levar um "NÃO" na cara, mas e dae? Qual é o problema de um não? E os teus outros 450 amigos nos aplicativos? 

Espero que tenha valido em alguma coisa esse artigo que não é um conselho, nem uma dica, é uma maneira de ver as coisas.

Wooooof!!

Um comentário:

Moa Sipriano disse...

A resposta é uma só: Siga o SEU caminho. Nunca "trave" por causa de ninguém. Quem quiser entrar no teu barco e remar do teu lado, ótimo... quem não quiser, que pule em direção aos tubarões. Excelente post!