domingo, 20 de fevereiro de 2011

Eu sou um Urso! #1


O primeiro urso dessa nova sessão onde os leitores do blog darão sua opinião sobre o "ser urso" e o mundo ursino foi bem solicito quando recebeu o convite para postar sua opinião aqui no blog.

Ale Sevilha 
Posso dizer que não sou como a maioria dos Ursos. Geralmente falo aquilo que penso e sinto sem papas na língua, seja em questão comportamental ou sexual...

Hoje a coisa está bem + difundida de que quando conheci o Mundo Bear. Odeio rótulos, acho que devemos seguir nosso coração e ser feliz. Adoro fazer novos amigos e cultivar os que já tenho, afinal nosso maior tesouro são as pessoas que nos são caras... Odeio mentiras, gente sonsa, fofoqueiros de plantão e gente que não tem vida própria e precisa cuidar da vida dos outros pra ter um pouco de emoção na própria vida. 


Já fui casado 2 vezes a ultima por 5 anos e estou só a quase 3 por opção, ainda não apareceu alguem que realmente me toque a ponto de me apaixonar outra vez, isso não quer dizer que não estou aberto a novas experiências, admiro quem sabe chegar em mim pois poucos tem essa coragem hehehe a cara é feia, mais só mordo se pedirem kkk... 


Já fui bem radical a ponto de só gostar de Urso, hoje estou bem mais flexível,adoro os parrudinhos , os Muscle Beras, os Chasers não muito magros também, ah sim claro os Ursinhos sempre... E é isso aí quem estiver afim de maiores informações meu facebook está aberto a todos... Abraços do Alê Sevilha - Vulgo Urso Grande. 



O que você achou do Ale?? Conheça ele também no facebook, clique aqui.
Woooof!

Participe você também do blog dando sua opinião.
Participe mesmo que não seja um Urso.
Se for o caso mudamos o título para "Eu sou um Chaser, Cub, Chubby, Lontra, Koala..."
Para saber como participar clique aqui.

2 comentários:

Ron disse...

Fiquei muito feliz em ler este texto, principalmente na citação aos sonsos, fofqueiros, e sem vida... por vezes repito isso e sou sempre considerado grosso, mal educado e frio, isso por que não me apego as conveções da hipocrisia, da falsidade que impera na humanidade, no mundo gay e nos guetos ursinos... as vezes me pergunto por que a verdade custa tanto, custa o preço de inimizades, custa a simpatia alheia e por vezes tem o custo da fofoca sobre você... triste, triste mundo de seres humanos que esquecem que a sinceridade consigo e com o outro eh a maior arma da confiança e do respeito... Parabens Ale pelo texto... falo logo que virei fã do blog, principalmente se continuar com posts deste nivel simples, direto e claro... Abaixo ao comportamento sonso!

Moa Sipriano disse...

Post inteligente de um cara sincero e autêntico. Parabéns Ale... sintetizou tua realidade com maestria... Perfeito!